UOL Olimpíadas 2008 Blogs dos Atletas
 

Leandro Guilheiro - Judô

Esporte Clube Pinheiros
20/08/2008

Diploma e medalha

Oi galera,

 

Acho que todo mundo já viu a medalha olímpica dos Jogos de Pequim pela televisão ou internet. Mas acredito que quase ninguém tenha visto o diploma que também recebemos pelo nosso desempenho. Por isso resolvi compartilhar com vocês esses dois símbolos da minha conquista com uma foto:

 

 

Esses dias após o retorno de Pequim têm sido recheados de compromissos. Semana que vem as coisas devem voltar a normalidade e assim poderei me planejar melhor para o futuro.

 

Abraço!

 

Leandro Guilheiro.

Escrito por Leandro Guilheiro/ECPinheiros às 10h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
16/08/2008

Adeus Pequim

Oi pessoal,

 

Depois de 13 dias sem nenhum post, estou finalmente dando sinal de vida por aqui. Apesar das competições olímpicas ainda estarem em andamento, Pequim para mim acabou. No momento estou no Canadá aguardando meu vôo para São Paulo e colocando algumas coisas em dia, como por exemplo, o blog.

 

Saio da China com a minha segunda medalha olímpica e com algo muito maior: a certeza de que fiz tudo o que pude. Para quem não sabe, passei por momentos atribulados nos últimos anos. Vivi uma batalha constante com o meu corpo que insistia em me arrumar lesões, sendo a última delas, uma hérnia de disco, a mais dolorosa de todas. Durante a semi-final dos Jogos Pan-americanos do Rio, fiquei absolutamente "travado" e de lá para cá não houve um treino sequer em que eu não sentisse dor. Em alguns momentos, pensei comigo mesmo: "O que vou fazer na China se nem treinar eu consigo?" Contudo, 4 horas depois, lá estava eu no tatame.

 

Muitos me perguntam sobre minhas lesões, especialmente os jornalistas. Talvez tantos machucados tenham sido gerados por conta da minha vontade obstinada de alcançar a vitória. Sempre achei que deveria fazer mais e melhor, não importando se meu corpo doía ou não. Hoje consigo perceber que certas coisas não são necessárias para se chegar à vitória e que a saúde do corpo é fator primordial para tal. Mas não me arrependo de nada, pois sei que cada cicatriz que tenho me levou a ser um atleta muito forte mentalmente.

 

Não nego que sinto certa tristeza por ter falhado em trazer o ouro olímpico. Nos dias que se seguiram em Pequim, flagrava-me de tempos em tempos refletindo sobre isso. Mesmo assim, sou muito grato à Deus, afinal, quantos milhões de atletas dedicaram suas vidas em busca de uma simples participação olímpica e não tiveram sucesso? Ou aqueles que fizeram parte de uma ou mais edições dos Jogos e saíram de lá sem medalhas? Por isso, agradeço o privilégio de conquistar duas medalhas olimpicas em duas participações seguidas.  

 

Agradeço à todos aqueles que de alguma forma contribuíram para eu me tornar a pessoa e o atleta que sou hoje. Sem vocês, eu não teria percorrido nem mesmo um terço do caminho.

 

Minha jornada dos próximos quatro anos já começou...

 

Muito obrigado pela torcida e pelas mensagens! Prometo postar algumas fotos no futuro.

 

Abraço,

 

Leandro Guilheiro. 

Escrito por Leandro Guilheiro/ECPinheiros às 23h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
Perfil

Leandro Guilheiro começou a lutar aos 5 anos e, nessa época, já fazia as contas para estar na disputa de uma Olimpíada. Quando conquistou a medalha olímpica em Atenas-2004, virou a grande aposta do judô brasileiro para o futuro. Aos 21 anos, era campeão mundial júnior (na Coréia do Sul, em 2002) e exibia no peito a medalha de bronze de sua primeira aventura olímpica. O atleta treina, atualmente, no Esporte Clube Pinheiros.

Busca
Neste blog Na Web

Histórico